Tag Archives: burberry

Apostas: Reino Unido

2 maio

São várias as culturas, os países e os movimentos que influenciam a moda e o cinema, até porque muito do que vemos nas coleções, nos filmes e criações vão bem além de modismos e tem relação direta com nosso contexto histórico e social. Afinal, a moda e o cinema expressam muito da nossa época e daquilo que vivemos.

Certos temas, no entanto, sempre estão indo e voltando nas duas áreas e, com um encanto em particular, mostram que sua relação com a moda e o cinema é muito estreita.

O Reino Unido – formado pela Grã-Bretanha e Irlanda do Norte – é um desses temas que quase sempre vemos – mesmo que de maneira sutil – influenciando as telonas e as passarelas.

Seus movimentos, em particular, influenciaram várias áreas e gerações. Um deles (e um dos que tiveram e tem maior força) foi o punk.

O estilo punk, que antes de tudo se expressa numa atitude, procura chocar e contestar os valores da sociedade. O xadrez, as tachas e as peças mais “podrinhas” são herança do movimento, que teve seu auge na década de 70. Atualmente, Vivienne Westwood é a estilista que mais traduz o punk em suas coleções e que usa e abusa dessa filosofia contestadora para sua marca. Mas assim como na moda, no cinema o punk também deu as caras. Filmes e documentários como High School Band, The Filth and the Fury e Punk: Attitude retratam bandas e peças chaves do movimento na década de 70.

Foram as telonas, aliás, o palco de outro movimento do Reino Unido. O free cinema, como ficou conhecido, já adiantava uma discussão que hoje invade outras áreas, inclusive a moda. Lutando pela expressão de liberdade sem o uso de propagandas, o free cinema nasceu na década de 50 e é considerado por muitos como a Nouvelle Vague britânica.

Mas não foram só o punk e o free cinema as heranças do Reino Unido.

Afinal, a terra de Alexander McQueen, Twiggy e Daniel Radcliffe sempre serve de inspiração.

Duas das coleções de inverno 2011 da Accessorize, a Belle e a Twilght foram todas baseadas no Reino Unido, e estampam bandeiras ao lado de muitas jóias reais, dourado e vermelho.

Além disso, há marcas que retratam bem esse lifestyle britânico, misturando doses de aristocracia com rebeldia em suas peças

Uma dessas marcas é a Burberry, que existe desde 1856 e que de lá pra cá conquistou um público fiel. Com seu famoso logo xadrez, hoje conhecido mundialmente, a Burberry é uma das marcas britânicas mais bem sucedidas e que melhor representa a mulher do Reino Unido. Foi um trench-coat da marca, inclusive, que foi usada pela (agora, atual princesa) Kate Middleton e que, logo depois, esgotou nas lojas da grife.

Além disso, a realeza britânica também aparece nos cinemas.

Em 2008 foi o lançamento do filme A Duquesa, que conta a história da Duquesa de Devonshire e de toda a realeza do Reino Unido. Ganhador do Oscar de melhor figurino, A Duquesa entra pra lista – que parece crescer cada vez mais – de influências que o Reino Unido tem na moda e no cinema.